x
a partir de 2.450€ quarto individual
a partir de 2.100€ quarto duplo partilhado
a partir de 3.600€ quarto duplo casal
a partir de 1.550€ quarto triplo
a partir de 750€ centro de dia

 

Os montantes apresentados destinam-se a clientes autónomos e incluem apenas o nível de serviços regulares.

Testemunhos de Residentes

Como é viver em boa companhia…

 

Nazareth Araújo
Vim da Maia para a PMRS, no dia 07 de Agosto de 2014, onde me sinto muito feliz e alegre. Encontrei amor, conforto, descanso e companhia.
Espero continuar a encontrar novas alegrias, amizades e a autonomia. Poder sair quanto pretendo, ir a um café quando me apetece, sentir o cheiro do mar e manter o que ganhei quando me juntei à PMRS, manter amizades e criar outras tantas, faz de mim uma mulher feliz por me sentir livre.

Encontrei uma família, em todos os que diariamente me apoiam.
Isolinda Meneses
Estou nesta Instituição há mais de 5 anos e, aqui, tenho recebido da parte da Direção, das enfermeiras e das cuidadoras, todo o apoio e carinho.

Estou feliz por poder continuar a usufruir de tudo o que tenho de muito bom e realizar todos os meus desejos. A possibilidade de poder ir ver o mar com frequência também me encanta, dado que vivi a minha juventude em Matosinhos.
Maria do Carmo Meireles
Vou falar um pouco da minha vivência na PMRS: Começo por me apresentar... Maria do Carmo Meireles, viúva, católica, liceu com admissão à universidade. Estive casada 30 anos, viúva 36, vivendo só.
Tive sempre bons amigos que, ao longo dos anos, Deus os foi chamando. Sentia-me só.
Quando me senti mais fragilizada, já com 88 anos, comecei a pensar num lar de acolhimento. Visitei alguns, mas nenhum me agradou. Então alguém me falou na PMRS. Fui ver, pensando: “é mais um centro de idosos”. Enganei-me, logo à entrada fiquei encantada com o edifício, a claridade, a transparência, o bom gosto. Tem uma Capela, bons quartos, limpeza, a paisagem, etc.
A seguir, na apresentação à Direção conheci a Dra. Marta… então sim, fiquei logo convencida. Pedi um mês para organizar o tempo e dizer à família para conhecer o ambiente também.

Entrei em Abril de 2012 e passados 4 anos dou graças a Deus por ter vindo.
Tenho sido acarinhada e mimada, tanto pela nossa Diretora - Dra. Marta Paulino, como pelo nosso Administrador - Sr. Filinto Neto, sempre pronto a ouvir-nos a todos.
Todos os colaboradores, sem exceção, em conjunto procuram o nosso bem-estar físico e moral, proporcionando-nos diversas festividades ao longo do ano, passeios ao ar livre, visitas culturais, diversas reuniões, etc.
Haveria muito mais para dizer, mas por agora basta! Um profundo obrigado, com muito afeto para todos.
Maria Emília Lameira
Antes de vir para a PMRS recolhi informações excelentes.
Agora, desde que cá estou (Janeiro de 2016), constatei que as informações confirmaram-se.

As instalações são amplas, luminosas e muito confortáveis.
Encontrei um grupo de trabalho amoroso, atencioso, profissional e respeitador.
Espero que o meu depoimento relativo à experiência que vivo diariamente, seja uma ajuda para optar, pois sempre fui exigente e rigorosa nas minhas opções de vida.
Maria José Tibúrcio Monteiro
Sou a Maria José Tibúrcio Monteiro, tenho 70 anos de idade e sou reformada bancária.
Estou na PMRS desde o dia 18 de Novembro de 2014, onde fui acolhida de forma fraternal e humana.
Gosto muito de cá estar. Tenho uma incapacidade de locomoção, mas isso não foi impeditivo de me sentir livre e viver de forma “dita normal”.
Tenho uma boa impressão de todos os serviços desta casa, desde a Administração, à Direção Técnica, aos serviços administrativos, pessoal auxiliar e de limpeza, manutenção, motorista, enfermagem, médico, cuidadoras, terapeutas, destacando quem mais me fortalece diariamente, de forma personalizada, atenta e meiga, que é a fisioterapeuta.
Assim, sinto que o meu dia fica preenchido, colmatando o vazio que pontualmente me invade.

As instalações são agradáveis, limpas, amplas e rodeada de uma paisagem que nos conforta a alma.
A vivência e a envolvência de todos, no dia-a-dia, é fundamental, pois só assim conseguimos privilegiar e festejar as datas marcantes, não só pelo calendário, como por cada um de nós.
Todos temos um papel ativo e participativo em todas as festividades e atividades, por exemplo, diariamente usufruímos de ginástica geriátrica, constituímos um coro não só lúdico, como participativo, na missa semanal. Sim, porque nesta casa, não se esquece que comemos, dormimos, mas também alimentamos a alma!
Maria Laura Oliveira Silva
Encontro-me na PMRS desde Junho 2012. Assim, tive a oportunidade de conhecer o Ambiente físico e social da mesma.
Exemplificando, posso afirmar que fui sempre bem tratada, por todos os Colaboradores e Serviços da Instituição, desde a Direção Técnica, as terapeutas, os enfermeiros e o médico, os serviços administrativos, os cuidadores, a portaria e a manutenção e todo o pessoal auxiliar e de limpeza, que uns sem os outros não conseguem ter a máquina tão oleada.

O meu estado físico e cognitivo, permite-me vivenciar a PMRS de uma forma autónoma e capaz, observando a preocupação constante em cuidar de quem mais necessita, com grande apoio e carinho.
Pertenço como associada aos UPA’s (Unidos pela Arte - Grupo do Museu Soares dos Reis), onde encontro amigos, cultura e arte, componentes essenciais da minha vida. Aqui no Porto, tenho os meus familiares, os meus amigos, a cidade e o mar.
Maria Odete Silva
Vim viver para a PMRS depois de um desgaste muito grande como mulher, companheira e cuidadora do meu marido.
O apoio da família e amigos é constante, mas algumas doenças são avassaladoras e quando nos afeta as memórias…

Depois da partida do meu companheiro de vida, continuei a sentir o apoio de uma nova família, que vim cá encontrar, por isso, embora totalmente autónoma, decidi cá ficar.
Maria Beatriz Mergulhão Botelho
Sou uma mulher com 77 anos, reformada bancária, e decidi vir residir para a PMRS porque vivia sozinha e tive um AVC.
Tenho três filhas, mas cada uma vive em locais diferentes - uma em Lisboa, uma no Alentejo e outra nos Açores.

Gosto de cá estar, no Porto, cidade de praia e mar.